UI Design: O que é e o que faz UI Design?

o-que-é-UI-design-e-o-que-faz
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

O UI design (User Interface) é a área que estuda como é que a pessoa vai interagir com objeto ou app. Essa interação poderá ser feita através de botões, menus, links, ou qualquer outra interface que permite haver uma interação entre o homem e a máquina ou objeto.

 

O UI trata da parte visual do projeto ou sistema ao qual a pessoa irá interagir. Em muitos casos, este profissionais está mais virado para as áreas digitais, ou seja, site, app, entre outros.

 

É importante salientar que UI não se limita apenas à parte interativa do projeto. UI design é a pessoa que vai pensar como será a interação entre a pessoa e o meio ( no caso será a interface gráfica), indo para além da estética/aparência do projeto.

 

Para ser um bom profissional do UI, tem que antecipar as necessidades do utilizador e garantindo que a interface seja fácil de usar e aceder. Ele tem sempre que garantir uma boa experiência da interação evitando ou minimizando as dificuldades da utilização do utilizador.

 

Qual a diferença entre UX e UI?

 

User experience trata-se de como o visitante se sente ao usar o sistema, enquanto UI vai projetar o sistema proporcionando que ele chegue ao seu objetivo.

 

UI designer é o profissional que desenvolve a interface e o UX designer é o que vai planear como é que o utilizador vai se sentir ao usar o determinado produto ou serviço, e como serão as suas experiências e emoções ao interagir com o objeto ou serviço.

 

Dicas de para criar interfaces

A seguir seguem algumas dicas que podem te ajudar na criação de interfaces. Como você já deve saber, não existe uma receita de bolo para isso (se existisse eu estaria a vender e tornava-me rico). Acima de tudo use o bom senso e fundamentos do design para criar suas interfaces.

 

Designs podem ser testados. Não tenha medo de mudar caso precise

Não tenha medo de testar as suas interfaces. Se os testes indicarem que o design precisa mudar, mude. É preciso estar sempre aberto a mudanças para alcançar melhores resultados

 

Projete para os utilizadores, não para o você mesmo

A interface você cria (ou deveria) para o mundo e não para você. É preciso deixar o lado paternalista para sua interface evoluir e realmente alcançar o objetivo traçado. Para ter sucesso é preciso projetar para os utilizadores. Não tome decisões baseadas só no seu gosto pessoal e sem fundamentos e argumentos que justifiquem tal escolha.

 

A estética é importante, mas não é a principal medida

Sim, a estética tem grande influência no resultado final. Ninguém gosta de algo feio e desagradável. Contudo, temos que entender que a principal medida de sucesso é o desempenho e não só o visual.

O objetivo é fazer a interação do utilizador tão eficiente e simples possível. Não adianta você ter uma interface linda, se ela não proporciona uma boa a experiência.

 

Seja simples

Talvez o segredo da sofisticação esteja na simplicidade. Pense simples e crie coisas simples de usar. Você não precisa criar coisas extravagantes para atingir o objetivo com beleza estética e funcional. Não confunda simplicidade com pobreza criativa. Você pode ser muito criativo pensando e criando soluções simples.

 

Estruture a informação

Organizar a interface de forma deliberada, de forma consistente, de forma reconhecível para os utilizadores. Junte os elementos relacionados e separe os não relacionados, distinga de forma clara as coisas que são diferentes e equipare os semelhantes. Estruture o conteúdo de forma clara, concisa e coesa.

 

O princípio visibilidade

Seu projeto deve manter todas as opções primárias, fundamentais de forma visível sem distrair o utilizador com informações irrelevantes ou redundantes. Bons projetos não sobrecarregam os utilizadores com muitos caminhos ou confunde-os com informações desnecessárias.

 

Dê feedback ao utilizador

Seu projeto de UI Design deve manter os utilizadores informados sobre as ações da interface. Sejam interpretações, alterações de estado, condicionais, exceções ou erros. Todas ações que são relevantes e do interesse do utilizador devem ser explicitas de uma forma clara, com uma linguagem simples e inequívoca.

 

O princípio da tolerância

Seu projeto deve ser flexível e tolerante aos erros ou um possível mau uso, permitindo assim o utilizador desfazer ou refazer ações. Tente reduzir ao máximo as dificuldades evitando os erros e caso eles ocorram sempre comunique ao utilizador sobre o que está acontecendo.

 

Crie um padrão para interface

Seu projeto deve ter um padrão de componentes e comportamentos. Procure manter a consistência do layout com um propósito. Reutilize os elementos e os comportamentos da interface. Com isso é possível reduzir a necessidade dos utilizadores de repensar e lembrar a passo na navegação.

 

A forma segue a função

Em um bom design de interfaces os elementos devem seguir a forma da sua função.

O utilizador deve ser capaz de entender e/ou prever como um elemento na interface irá se comportar de forma intuitiva, clara, objetiva; apenas olhando para ele. Então se um elemento tem aparência de um botão, deve funcionar como um botão, por exemplo.

 

Mantenha a atenção do utilizador

Hoje me dia temos muitas informações, muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo, etc. Por isso se tornou muito mais difícil prender a atenção de alguém neste mundo tecnológico.

Portanto, evite elementos desnecessários que podem distrair o seu utilizador. Toda interface é concebida com um objetivo e este é a real razão por ela existir. Não se esqueça disso!

 

Conclusão

Um bom design de interface de utilizador (UI Design) facilita a vida do utilizador e não o contrário, ela não chama atenção de forma desnecessária para si e nem se baseia exclusivamente na estética. Ele ajuda o utilizador a efetuar a ação/tarefa planeada com um visual agradável e conciso.

cookie-monster.png


Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.