JavaScript: O que é? Para que serve? Onde é utilizado?

javascript-artigo-mrdesigner
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Neste artigo irei abordar a linguagem de programação que já conta com alguns anos de existência. A linguagem chama-se JavaScript, é uma linguagem conhecida como linguagem de orientação de objetos. Ela é uma linguagem interpretada, de alto nível e multi-paradigma (orientado a objeto, funcional, imperativo e, protótipos). Com ela, é possível desenvolver desde páginas dinâmicas, aplicativos para smartphones, sistemas complexos e até jogos eletrônicos.

 

JavaScript não é a mesma coisa que JAVA!

 

Breve História do JavaScript

Antigamente a internet era muito diferente do que a maior parte das pessoas conhece de hoje em dia. Acerca de 26 anos atrás as páginas web eram meramente representadas com HTML, nos dias de hoje as páginas de internet são mais do que meramente HTML. Elas hoje em dia, tem no seu interior (na sua raiz) o HTML, CSS e em muitos casos senão na maior parte dos casos JavaScript que é uma linguagem de orientação ao objeto que serve para criar animações, funções, animações, etc.

O JavaScript foi criado por Brendan Eich em 1995 durante seu tempo na Netscape Communications (para os geração Z, Netscape foi um dos primeiros navegadores), que, além de criar o JavaScript, foi também um dos fundadores da Mozilla Corporation. Inicialmente chamada de Mocha, suas primeiras versões eram de uso exclusivo da Netscape e seu desenvolvimento foi inspirado nas linguagens Java, Scheme e Self. No decorrer da história, a Netscape acabou fazendo uma parceria com a Sun, programadora do Java, que queria usar a tecnologia da Netscape para fortalecer a sua recém criada linguagem (Java), começaram então a veicular a linguagem de script JavaScript como uma companheira do Java, sem notar a possível concorrência que as duas acabariam por ter.

Durante um tempo, as lutas por espaço de outras tecnologias na web mantiveram o JavaScript um tanto “congelado” e com uma certa rejeição de alguns programadores. Mas por volta de 2000, Douglas Crockford, um dos grandes responsáveis pela popularização do formato JSON e consequentemente o redescobrimento do JavaScript, então em pouco tempo a linguagem ganhou tração e dominou o mundo da internet graças ao trabalho de programadores independentes e de uma crescente comunidade. O JavaScript se torna cada vez mais uma linguagem robusta e com multi-aplicações, praticamente um Bombril com suas mil e uma utilidades.

 

OS COMPUTADORES NÃO INTREPETAM JAVASCRIPT, MAS OS AMBIENTES ONDE É COLOCADA JÁ CONSEGUEM INTREPERTAR.

 

O JavaScript não é uma linguagem compilada e sim uma linguagem interpretada, ou seja, não é uma linguagem que se “transforma” em montes de 0 e 1. Por isso, é que é preciso um runtime environment para que o JavaScript possa funcionar.

 

O que é JavaScript?

O JavaScript é uma linguagem de alto nível, criada a pensada para ser executada só em browsers e manipular todos o tipos de componentes das páginas web.

O JavaScript é uma das mais importantes tecnologias voltadas para o front-end e, unindo-se ao trio HTML, CSS e PHP, formam um grupo de linguagens que abrangem praticamente todas as exigências do desenvolvimento de uma página completa, dinâmica e com boa performance.

Do final dos anos 90 até meados dos anos 2000, o JS ganhou grande popularidade ao ser utilizado por grandes empresas para a construção de seus sites, como o Facebook, por exemplo.

Alguns exemplos de sites que utilizam JS em seu front e back-end hoje em dia são EbayLinkedIn e Yahoo.

Mas o JS não é aplicado apenas às páginas e aos navegadores, como foi durante vários anos: com o advento de diversos frameworks, APIs, melhorias e criação de centenas de funções, hoje já é possível utilizar JavaScript em aplicativos mobile, softwares para desktop e até mesmo em back-end.

 

Características da linguagem

Cada linguagem de programação tem características bem específicas em relação ao seu uso para gerar os ambientes e comandos em qualquer aplicação que seja. Quanto à JavaScript, o principal ponto a ser destacado é o fato de ela ser considerada uma linguagem de alto nível, o que significa que ela não usa codificações mais tradicionais de máquina, como “0” e “1”.

Os códigos criados em JavaScript são mais voltados para uma linguagem humana, de fácil interpretação. No geral, os comandos são provenientes da língua inglesa, sempre com instruções básicas relacionadas ao que a programação deseja direcionar para aquela linha do código. É como se o profissional dissesse de forma escrita o que ele deseja da aplicação naquele momento.

 

 

Funcionamento em sites

Outro ponto importante é o fato de JavaScript ser uma linguagem client side, ou seja, ela é executada a partir do cliente, nesse caso, o programador. Não é necessário, diante disso, aceder servidores, o que geralmente envolve procedimentos de complexidade maior. Sendo assim, o profissional pode trabalhar a partir dos navegadores tradicionais existentes no mercado.

Sem a necessidade de criar executáveis, o programador apenas desenvolve os scripts e os insere em páginas HTML. Automaticamente, todo esse código é interpretado pelo browser, que representa então esse funcionamento a partir das instruções que foram escritas. O processo se repete toda vez que a página HTML é carregada pelo navegador.

 

Qual a importância desta linguagem?

Nos dias de hoje, é inegável uma das mais faladas linguagens de programação entre a comunidade de programadores. Quanto mais o mundo se adapta ao digital, isso traz a necessidade de haver ambientes online cada vez mais robusto. E assim, o JavaScript é ainda mais procurado no trabalho de diversas aplicações.

Alguns pontos, é possível analisar mais detalhadamente o impacto que tem na atualidade na tecnologia (WEB) e na forma como os empresários e utilizadores lidam com os recursos digitais.

 

Programação Web

O JavaScript também é uma linguagem utilizada para programação de sites, já que todo o seu código, por meio dos scripts, pode ser implementado em HTML. Assim, de forma geral, torna-se fácil compreender o papel dessa linguagem em qualquer desenvolvimento que seja direcionado para a web, algo que é muito comum nos tempos atuais.

JavaScript é a linguagem principal para trabalhar com aplicações web. Trata-se de sistemas que funcionam em navegadores, como plataformas de gestão e qualquer outra ferramenta com acesso por meio da web. Hoje, a quantidade de softwares desse tipo utilizados em rotinas de trabalho é incontável, o que ajuda a entender como a JavaScript tem papel fundamental.

 

Impacto Mobile

Outro fator que pesa a favor do JavaScript e aumenta sua relevância no cenário atual de desenvolvimento é sua utilidade para mobile. Com o suporte de frameworks que agilizam uma boa parte do trabalho mais básico de códigos, torna-se possível desenvolver aplicativos voltados para a web rodando em sistemas operacionais tradicionais, como iOS e Android.

Assim, trata-se mais uma vez de analisar o mercado atual e as formas de consumo de tecnologia. Aplicativos são uma realidade na sociedade e na maneira como ela se relaciona com alimentação, serviços financeiros, localização, informação, entre outros. Cada uma dessas e de muitas outras categorias de aplicativos pode ser devidamente desenvolvida utilizando JavaScript.

 

Comunidade Ampla

As linguagens de programação são mantidas atualizadas e qualificadas graças ao trabalho das comunidades de programadores relacionadas a cada uma delas.

É sem dúvida, que o JavaScript tem uma das maiores entre as principais o que é facilmente entendido pelo facto de ela ser usada nos principais projetos da atualidade.

Com mais programadores a trabalhar para a melhoria do código, é natural que ele evolua com o passar do tempo. A grande comunidade de JavaScript gera a garantia de que a linguagem seguirá por muitos anos como uma das melhores em ambientes web.

 

Quais as vantagens da JavaScript?

O uso de JavaScript por tantos programadores não se explica apenas por sua aplicação diretamente à web. Por mais que essa seja uma razão que tenha tornado a linguagem tão importante atualmente, há muitas outras características que foram de grande ajuda para criar uma reputação positiva.

Cada programador tem suas próprias razões para escolher cada uma das linguagens existentes, no entanto, se analisarmos a JavaScript, há alguns pontos de destaque que geram essa grande adesão. Confira a seguir algumas das principais vantagens no uso dessa linguagem.

 

Alta Compatibilidade

As linguagens de programação também precisam de ser observadas pelo ponto de vista da compatibilidade. O mais engraçado no meio disto tudo, é que o JavaScript à beira das demais que existem por aí, é que o JavaScript ele pode ser executado em todos os browsers, já as outras linguagens muitas delas têm problemas de compatibilidade.

A linguagem praticamente não encontra problemas de compatibilidade, e isso se torna ainda mais relevante porque estamos falando dos grandes players. Os principais navegadores, sistemas e plataformas têm totais condições de trabalho com JavaScript. Para programadores, esse fator faz muita diferença na rotina ao lidar com diferentes projetos.

 

 

Qual a diferença para outras linguagens?

É muito comum se ver em dúvida sobre a maneira como JavaScript se diferencia de outras linguagens, uma vez que há uma série de outras boas opções para web. O ponto central é o nível de complexidade de implementação de recursos e de itens que a JavaScript permite inserir nessas aplicações, em sites e em aplicativos para mobile.

Uma animação 3D, por exemplo, um gráfico ou qualquer outro arquivo mais pesado precisa de um processo muito mais complicado nessa inserção em cada uma das aplicações. Com JavaScript, isso é muito facilitado, o que torna essa linguagem uma referência nesse trabalho de camada muito específica.

Um ponto que precisa ser entendido é que, no trabalho de programação, JavaScript é utilizada lado a lado com outras linguagens, como HTML, CSS e PHP. Na prática, cada uma delas é responsável por uma camada de desenvolvimento, recebendo códigos para dar vida a uma parte dessas aplicações.

De maneira mais objetiva, já sabendo como é a aplicação específica de JavaScript, a diferença para outras linguagens, considerando cada uma delas, é:

  • HTML  – é uma linguagem que determina a estrutura do site ou da aplicação, com foco totalmente na indexação na web. HTML é responsável por gerar o código para partes comuns, como heads, parágrafos, indicar menus e espaço para mídias;
  • CSS – essa é a camada que define a aparência das aplicações, ou seja, o layout que a página, app ou sistema terá para o usuário, considerando as adequações para a web, como a responsividade;
  • PHP – é a linguagem de programação para criar cada página específica das aplicações. Assim, é possível criar cada parte separadamente, dando dinâmica ao processo e gerando a integração entre as muitas páginas.

 

 

O que é possível fazer com JavaScript?

Todas essas facilidades e produtividade que JavaScript oferece são fundamentais para aplicar em trabalhos de programação de diversos tipos. Parte da popularidade do código se dá pela amplitude de possibilidades, afinal, como mostramos, a camada que ela representa é altamente necessária em projetos de diversos tipos.

Cada vez mais há a busca por gerar aplicações ricas em interação, o que depende diretamente de detalhes como as animações, as imagens e qualquer item mais especial e que gera um engajamento maior. Assim, JavaScript se torna também uma linguagem de programação bastante versátil e ainda mais útil. Com ela, é possível trabalhar:

  • com ajuda de frameworks no desenvolvimento de aplicativos e de recursos que são integrados na oferta de sistemas operacionais para mobile;
  • em games, graças à facilidade que Javascript oferece no desenvolvimento de animações e ambientes 3D, mercados com alta procura atualmente;
  • sistemas e programas desktop tradicionais.

Não há dúvidas que o aprendizado de uma ampla gama de linguagens de programação torna os profissionais do segmento mais completos e prontos para cuidar de projetos nas suas diversas fases. Entretanto, com um grande número de escolhas, Javascript talvez seja uma das mais interessantes, principalmente pela rápida adaptação e pelo uso tão relevante atualmente.

cookie-monster.png


Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.